Como escrever títulos para artigos científicos

Escrever o título de um artigo científico. Uma tarefa menor e que pode ser deixada para o fim, depois de os conteúdos estarem totalmente estruturados. Ou não?  Apesar de, à primeira vista, parecer uma tarefa menor em relação à qualidade dos conteúdos, o título é uma ferramenta importante na disseminação dos resultados. Sem um título bem conseguido, o conteúdo pode nunca chegar a ser apreciado. Porquê?

Três razões principais:

  • Selecção pelos editores

O título é a primeira coisa que os editores conhecem do artigo e pode ser determinante para causar uma primeira boa impressão. Pode ser exagerado assumir que vão descartá-lo sem sequer ler o abstract mas, em todo o caso, o título é o cartão de visita.

  • SEO – Search Engine Optimization

As bases de dados online recorrem ao título para identificar palavras-chave e organizar os resultados, definindo em que situações de pesquisa o artigo deve ser apresentado. Mesmo depois de ser bem sucedido junto dos editores, um artigo publicado pode ficar simplesmente perdido no mundo digital, se não for bem optimizado.

  • Cativar os leitores

Depois de ser aprovado pelos editores e correctamente indexado pelos mecanismos de busca, o título é a primeira parte do artigo (e por vezes a única) disponibilizada aos potenciais leitores. Deve ser suficientemente explícito para determinar se vale a pena prosseguir a leitura.

Algumas regras básicas a ter em conta na redacção do título são apresentadas no Publication Manual of the American Psychological Association (2010). Em suma, o título deve ser curto (entre 12 e 16 palavras) mas conter suficiente informação para ser concreto acerca dos limites do estudo. Deve também utilizar as palavras-chave do artigo, sobretudo as que poderão ser mais pesquisadas. Devem ser evitadas estratégias de clickbait, tais como questões sem resposta ou adjectivação excessiva. Poderá ser adoptada uma abordagem declarativa – que apresenta os principais resultados do estudo -, ou descritiva – que circunscreve o tópico em estudo sem apresentar resultados. Segundo o estudo de Paiva (2012) os títulos declarativos são citados mais frequentemente do que os que são focados na metodologia adoptada e a circunscrição do estudo a uma área geográfica tende a apresentar também resultados inferiores.

Escrever o título de um artigo científico é um desafio interessante, logo numa fase inicial, pois ajuda a focar os objectivos e delimitar os temas a abordar no documento final. Para definir títulos de artigos científicos tenho realizado um exercício simples de questionamento e reflexão, baseado na seguinte sequência de acções:

1. sobre o que é o artigo?
2. que técnicas foram utilizadas?
3. o que (ou quem) foi estudado?
4. quais são os principais resultados?
5. seleccionar a lista de palavras-chave a partir das respostas anteriores
6. construir frases simples com as palavras-chave de modo a expressar os resultados
7. sintetizar sucessivamente a frase eliminando palavras acessórias

Leave a Reply

Your email address will not be published.